Mapa de Cabo Verde
Mapa de Cabo Verde

Existe uma literatura cabo-verdiana autóctone?

por Dietrich Köster

Cabo Verde é uma antiga Província Ultramarina do antigo Império Colonial Português, que ficou com Portugal mais tempo que todas as outras Províncias Ultramarinas Portuguesas e é o território mais aportuguesado culturalmente.

Por isso, a literatura cabo-verdiana de língua portuguesa da norma culta fez parte da literatura portuguesa da mãe-pátria de Portugal antes da independência de Cabo Verde, concedida pela metrópole no dia 5 de julho de 1975.

A partir do dia da independência nacional de Cabo Verde – agora República de Cabo Verde – a literatura de língua portuguesa da norma culta tornou-se uma literatura autóctone – uma literatura nacional cabo-verdiana.

Contrariamente à literatura mencionada, a literatura cabo-verdiana em crioulo era uma literatura autenticamente local desde as origens no século XVI, quer dizer, uma literatura autóctone cabo-verdiana.
Afinal, o crioulo cabo-verdiano é uma expressão tipicamente cabo-verdiana, que faz parte integral da cultura e da vida popular dos cabo-verdianos e das cabo-verdianas. Estes crioulos de Barlavento e Sotavento existem somente no arquipélago de Cabo Verde.

Hoje em dia a literatura de língua portuguesa da norma culta e a literatura em crioulo de Cabo Verde fazem parte integral da totalidade da literatura nacional cabo-verdiana, quer dizer da literatura autóctone da República de Cabo Verde no quadro duma caboverdianidade autêntica.

banner
Close
GDPR
EU laws require that we request your consent to the use of cookies. We use cookies to ensure that our site works properly. Some of our advertising partners also collect data and use cookies to publish personalized ads.




Subscribe to our YOUTUBE channel: